A quem interessar possa - passo o ponto

Sábado , 01 de Maio

 Eu sei, eu sei. Faço pose de moderninha. Ás vezes escrevo crônicas, e isso se você for bondoso comigo, crônicas nuas e cruas, modernas, cáusticas até. Escrevo em frases curtas, tento ter uma prosa rápida e fácil de se ler. Mas a verdade é que sou uma romântica enrustida.
 Enrustida mesmo, do tipo da que não sai do armário. Eu escrevo crônicas ácidas quando tudo-tudo-tudo que eu queria era escrever um romance, daqueles água-com-açúcar, de preferência ambientado na Idade Média, com direito a vestidos cor de açafrão e cavaleiros em armaduras.
 Com direito à mocinhas sofredoras, presas em torres, capturadas por magos perversos. Nesta parte, uma pitada de tesão sexual do mago pela mocinha, mas é claro que muito bem disfarçado. Quem sabe um longo parágrafo cheio de adjetivos para os cabelos e pele e rosto e mãos da mocinha.
 A minha mocinha sofredora tem que ser ruiva, para combinar com o vestido cor de açafrão. E o cabelo tem que ir, pelo menos até a cintura. Caindo em lindos cachos pelos ombros, sacudidos pela brisa que entra pela janela da altíssima torre de pedra.
 Eu sou uma mentirosa, um falsa. Eu queria ser escritora de romances. Eu queria inventar lindas histórias passadas na Idade Média. Eu tenho inveja do meu amigo Jan, vulgo Salamí, por isso! Ele escreveu um livro! Da Idade Média! E com direito à sete, sim, SETE, mocinhas!
 Eu quero côrtes e castelos, camponesas e cavaleiros, eu quero escrever isso tudo, quero ser romântica. Me contentaria até com Shakespeare! Okay, essa foi brincadeira. Shakespeare já tem moral demais para meu romance tão ingênuo.
 Então eu continuo com as minha 'crônicas', entre aspas porque afinal temos literatos frequentando esse blog, minhas 'crônicas' ácidas e sem sentimentos e sem moral e urbanas e tentando ser modernas.
 É, eu não tenho mesmo jeito pra escritora...
Escrito por Giu às 12h25 AM
[] [envie esta mensagem]


Sexta-feira , 30 de Abril

                                       

As coisas
As coisas têm peso, massa, volume, tamanho, tempo, forma, cor, posição, textura, duração, densidade, cheiro, valor, consistência, profundidade, contorno, temperatura, função, aparência, preço, destino, idade, sentido. As coisas não têm paz.
Arnaldo Antunes

 


Escrito por Giu às 10h05 PM
[] [envie esta mensagem]


Domingo , 25 de Abril

Eu estou enrolada, estou meio doida, estou com fome, estou com calor, estou com dor nas costas, estou com vinte pessoas no msn e mais algumas no icq, estou confusa, estou na tpm, estou na bagunça.... A vida está difícil, rs.... Mas isso tudo é falta do que dizer. Mas acreditem, eu ainda amo vocês...! E eu vou continuar sim, Luís, é claaaaaro! me adicione no seu msn, tá? beijocas a todos!
Escrito por Giu às 2h26 AM
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]
 
 
 
       
   



BRASIL, Mulher







Histórico
  25/07/2004 a 31/07/2004
  04/07/2004 a 10/07/2004
  20/06/2004 a 26/06/2004
  13/06/2004 a 19/06/2004
  06/06/2004 a 12/06/2004
  23/05/2004 a 29/05/2004
  16/05/2004 a 22/05/2004
  09/05/2004 a 15/05/2004
  02/05/2004 a 08/05/2004
  25/04/2004 a 01/05/2004
  18/04/2004 a 24/04/2004
  11/04/2004 a 17/04/2004
  04/04/2004 a 10/04/2004
  28/03/2004 a 03/04/2004
  21/03/2004 a 27/03/2004
  14/03/2004 a 20/03/2004
  07/03/2004 a 13/03/2004
  29/02/2004 a 06/03/2004
  22/02/2004 a 28/02/2004
  15/02/2004 a 21/02/2004
  08/02/2004 a 14/02/2004
  01/02/2004 a 07/02/2004
  25/01/2004 a 31/01/2004
  18/01/2004 a 24/01/2004



OUTROS SITES
    Bebelo Roxo
  Blog de Deus
  Capitania
  Catarro Verde
  Danjel
  Defenestrando o inútil
  Depois dos vinte
  Dezessete do oito
  Eu diria que...
  John Paul
  Literalmente
  Mão Boba
  Parmalat mas não morde
  Plástico Bolha
  Pseudo-Epifanias
  Simulacro de Análise
  StuffBox
  War Fare State - Felipe UFF